A Maleta (28/05/12)

 

Um homem morreu intempestivamente...

Ao dar-se conta viu que se aproximava um ser muito especial que no se parecia com nenhum ser humano. Levava consigo uma maleta... E disse-lhe:

- Bem, amigo, hora de irmos...Sou a Morte...

O homem assombrado, perguntou-lhe:

- J?...tinha muitos planos para breve...

- Sinto muito, amigo... mas o momento da tua partida.

- Que trazes nessa maleta? perguntou o homem

E a morte respondeu:

- Os teus pertences...

Os meus pertences? Indagou-a So as minhas coisas, minhas roupas e dinheiro?

- No, amigo. As coisas materiais que tinhas, nunca te pertenceram.... Era da Terra.

 - Trazes minhas recordaes?

- No, amigo, essas j no vem contigo. Nunca te pertenceram, pois era do tempo.

- Trazes os meus talentos?

- No, esses pertenciam as circunstncias.

- Trazes meus amigos e familiares?

- No, pois esses faziam parte do teu caminho.

- Trazes minha mulher e filhos?

- No, elas nunca te pertenceram. Eram do corao.

- Trazes meu corpo?

- No, amigo, esses nunca te pertenceram, so propriedade da terra.

- Ento trazes minha alma?
- Tambm, no, ela pertence ao Universo

Ento o homem, cheio de medo, arrebatou morte a maleta e abriu-a.... e percebeu de que estava vazia.

Com uma lgrima de desespero a brotar de seus olhos, o homem disse morte: Nunca tive nada?

- Tiveste, sim, meu amigo... Cada um dos momentos que vivestes foram s teus. A vida s um momento...Um momento todo teu. Desfruta-o na sua totalidade.

Viva agora, vive a tua vida. E no esqueas de ser feliz.


 Rdio Liderana FM 94,7 - Abaet/MG   |   Grupo DPA de Comunicao e Hotelaria

Copyright © 2012 GO Multimídia