22 de julho de 2021 às 09:38

Eric Clapton diz que não tocará em locais que obriguem público a exibir atestado de vacinação

Músico diz que não aceita se apresentar em locais onde haja "discriminação de audiência"

Preparando-se para retornar aos palcos, Eric Clapton disse que não irá tocar em nenhum lugar que obrigue o público a apresentar prova de vacinação contra a Covid-19. A polêmica manifestação aconteceu depois que o governo inglês disse que o documento seria mandatório para que a entrada em casas de show e clubes a partir de setembro.
Em declaração postada no Telegram do arquiteto italiano Robin Monotti, conhecido por seu ceticismo em relação á pandemia, o guitarrista disse que não irá se apresentar em nenhum lugar em que haja uma "discriminação de audiência". "A não ser que uma provisão seja tomada para que todas pessoas possam entrar, eu me reservo o direito de cancelar o show", escreveu.
Clapton, e outro veterano de carreira lendária, Van Morrison, estão entre os dois maiores críticos em relação aos governos em relação à pandemia, o que levou a uma aproximação. O guitarrista gravou "Stand and Deliver", canção antilockdown, e também contra o uso de máscaras, que Morrison compôs no ano passado. Há um mês, eles voltaram a trabalhar juntos em outra canção: "The Rebels". Clapton tem uma série de shows agendados para setembro nos EUA, e uma turnê europeia marcada para 2022.
.

Fonte: Vagalume

comentários

| Rádio Liderança FM 94,7 | Abaeté-MG '); }
Estúdio Ao Vivo